quarta-feira, 6 de março de 2013

Um Ano Inesquecível




Sinopse: Você acredita que o amor pode durar para sempre? Jesse Sienna não. O casamento de seus próprios pais era respeitável mas sem paixão; e sua própria história romântica indica que o amor queima ardentemente antes de desaparecer por completo. Então, quando seu pai, Mickey, muda-se para sua casa e parece não compreender o relacionamento superficial de Jesse com sua atual namorada, mas Jesse não lhe dá atenção.
É apenas um exemplo do quão diferente eles são e fica mais evidente que ele e seu pai nunca terão uma ligação mais profunda. Mas a verdade é que Mickey Sienna conhece mais sobre amor do que a maioria das pessoas conseguem aprender na vida toda.
Há mais de cinquenta anos, ele encontrou o amor mais verdadeiro que a vida pode oferecer. Ele sabe das infinitas recompensas de investir seu coração e sua alma em alguém... E conhece o prejuízo devastador de deixar esse alguém perfeito escapar.
Quando Mickey percebe que Jesse não está dando valor a uma mulher extraordinária, decide que é hora de contar a história que nunca contou para nenhum de seus filhos a Jesse. Durante os meses seguintes, Mickey mostra seus momentos mais particulares e felizes para seu filho... e muda a percepção de Jesse em relação ao amor e as possibilidades de um relacionamento duradouro para sempre.

Resenha: Jesse não acredita no amor, simplesmente isso, ele acha que relacionamentos só duram a um curto prazo e por isso está se preparando para se desapegar de Marina a qualquer momento. Acho que essa opinião do personagem pode ter irritado os leitores mais inclinados ao romance, porém tentei me concentrar nos porquês dele, cujos são consistentes.
O Sr. Sienna tem algumas manias que são irritantes para Jesse e vice-versa, além de eles não se falarem muito, já que Jesse sempre fora um tanto excluído de sua família por ser o caçula e menos prospero. Em determinados momentos você chega a ter que se decidir de que lado está devido tantos conflitos. Entretanto, é legal ver que ambos estão dispostos a se aproximar, afinal são pai e filho.
A narração é alternada, hora em primeira – pelo ponto de vista do Jesse –, hora em terceira, a qual facilita a introdução da Grande História de Amor do Sr. Sienna, sabemos o final dessa história o tempo todo, pois Jesse é fruto de uma relação que ocorre depois (tanto que o personagem pensa que chega a ser uma traição para com parte da mãe se empolgar tanto com essa história da Gina, o amor do Mickey Sienna), porém não deixa de ser intrigante, apesar de eu ter acertado o desfecho em parte. Ou seja, previsível, mas cativante.
Não gostei da capa, uma montagem muito simples, também não gosto de capas com rosto de pessoas, mas a parte de trás mostrou um trecho muito lindo do livro. Acho que o autor terá outro livro publicado pela Novo Conceito, Crossing the Bridge, mas o mesmo ainda não foi finalizado, ou seja, não há nada confirmado.
Uma das críticas que o livro recebeu me chamou atenção por dizer que ele é “emocionalmente rico” e se tivesse que escolher somente um termo para descrevê-lo seria esse, tanto por parte da história entre pai e filho, o romance do Mickey com a Gina, e as dificuldades atuais dele por conta da idade. Jesse tem três irmãos, Matty, Denise e Darlene, mas isso também é triste, porque eles não parecem se importar tanto com o pai ao ponto de ceder a casa, como Jesse faz.

Um comentário:

  1. Adoro esse livro, não li ainda, mas tenho muita curiosidade em ler.

    Beijos querida.

    Livros... Eu quero ler sempre

    ResponderExcluir

Fico muito feliz por você estar comentando, porém peço que seja sem palavrões, ofensas, ou assuntos que não tem haver com a postagem.
Obrigada! :)