quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Charlotte Street


Sinopse:
Tudo começa com uma garota... (porque sim, sempre há uma garota...) Jason Priestley acabou de vê-la. Eles partilharam de um momento incrível e rápido de profunda possibilidade, em algum lugar da Charlotte Street. E então, em um piscar de olhos, ela partiu deixando-o, acidentalmente, segurando sua câmera descartável, com o filme de fotos completo... E agora Jason — ex-professor, ex-namorado, escritor e herói relutante — se depara com um dilema. Deveria tentar seguir A Garota? E se ela for A garota? Mas aquilo significaria utilizar suas únicas pistas, que estão ainda intocáveis em seu poder... É engraçado como as coisas algumas situações se desenrolam...

Resenha:
Charlotte Street tem uma narrativa muito divertida, ri muito o lendo, mas, se você o pegar em um mau momento ou já esperando aquele doce romance, irá odiá-lo, dizer que a narrativa é chata e que o autor, por diversas vezes, perde o foco do que está tentando dizer. Particularmente, gostei bastante, porque é o tipo de livro que você lê a sinopse e já inventa inúmeras possibilidades de final que o autor poderá – ou não – seguir, mas é totalmente surpreendido (como disse acima, se a surpresa será boa ou ruim, vária de acordo com o leitor). Depois de um tempo (lá por volta da página 300), alguns personagens fazem umas burradas, o que me deixou chateada, porque parece que não cresceram durante toda a narrativa e, neste período, a coisa fica bem monótona.
O personagem principal, Jason, passa por um momento complicado, pois perdeu a namorada, Sarah, após um incidente na escola em que lecionava – que a principio não fica claro. Então, ele se tornou jornalista e foi morar com seu amigo Dev, em cima da loja de Video Games do mesmo. Mas, ao decorrer da trama, outros personagens entram para este grupo, são eles Matt, que não sabe ao certo o que quer fazer da vida e já foi aluno de Jason, e Abbey, estudante de artes plásticas, agente de uma banda e uma das pessoas que mais ajuda Jason a superar Sarah. Você deve estar se perguntando onde está A Garota da Câmera, pois bem, é através das fotos dela que Jason encontra um objetivo, quero dizer, é somente depois de ele estar com estas fotos que sua vida começa a ficar mais agitada, porque ele vai até os lugares das imagens tentando encontrar pistas sobre A Garota. Todos são divertidíssimos e fazem a história se tornar um tanto real, falo isso porque não é só a criatividade do autor em pratica, a partir de certo ponto, eles ganham vida e você pode facilmente determinar o que fariam em uma certa situação.

Um comentário:

  1. Adoro quando me surpreendo com um livro. Esse parece muito bom ^^

    ResponderExcluir

Fico muito feliz por você estar comentando, porém peço que seja sem palavrões, ofensas, ou assuntos que não tem haver com a postagem.
Obrigada! :)